ARTE POR TODA PARTE MOVIMENTA O CENÁRIO CINEMATOGRÁFICO DA HISTÓRICA CIDADE DE TIRADENTES

Em parceria com o Sesc, diversas atrações artísticas integram a programação do evento-Cortejo das Artes, exposições, rodas de conversa, teatro de rua, shows e sarau com o Grupo Galpão vão agitar a cidade

Crédito: Léo Lara / Universo Produção

A histórica Tiradentes vai se transformar em palco da cultura durante a realização da 23a Mostra de Cinema de Tiradentes, que acontece de 24 de janeiro a 1o de fevereiro de 2020. Além da exibição de filmes, a programação vai reunir diversas atrações artísticas no cenário cinematográfico da cidade mineira - exposições, Cortejo das Artes, teatro de rua, performances, lançamento de livros, rodas de conversa, shows a atrações artísticas.

Desenvolvida por meio de parceria cultural com o Sesc em Minas, a curadoria artística está alinhada também com a temática “A imaginação como potência”, proposta para esta edição. Os artistas, grupos e bandas se apresentam no Sesc Cine Lounge e no Largo das Fôrras, praça principal da cidade. A programação completa já está disponível em www.mostratiradentes.com.br.

De acordo com a gerente de cultura do Sesc, Janaina Cunha, proporcionar à sociedade uma Política Cultural diversa e integrada, promovendo parcerias com projetos relevantes como a 23ª Mostra de Cinema de Tiradentes, é uma das missões do Sesc em Minas. “Essa parceria se renova no ambiente de construção coletiva de oportunidades de reflexão, conhecimento, integração social e exercício pleno da cidadania. E que desagua em consequente geração de renda, desenvolvimento social e humano, propulsão da cadeia produtiva e criativa da cultura. Essa inspiração também afeta e motiva a programação artística que o Sesc oferece em Tiradentes. O palco do Sesc Cine Lounge 2020 é um território de interação de artistas e do público. Lugar em que grupos consagrados transbordam suas histórias, sem acomodação, enfrentando o desafio de se repensar. Palco também para novos artistas, que projetam suas vozes e atualizam as perspectivas sobre a arte. Com essa proposta, que se une à programação da Mostra, permitimos que os participantes, cidadãos de Tiradentes e região possam usufruir de um ambiente diferenciado e estimulante, que proporcione a reflexão e o compartilhamento de ideias e conhecimentos”, finaliza.

Raquel Hallak, coordenadora geral da Mostra e diretora da Universo Produção, ressalta que "reunir diversas manifestações da arte em diálogo com o cinema amplia o espaço de valorização e promoção da nossa cultura e cria possibilidades de entretenimento, lazer e educação para o público de todas as idades e classes sociais - um espaço democrático para conhecer e vivenciar a arte.

 

PROGRAMAÇÃO DIA A DIA


A programação artística, especialmente elaborada para valorizar a arte, a liberdade e todas as expressões culturais, tem início em 24 de janeiro, a partir da meia-noite, no Sesc Cine-Lounge, com Projeto Cinegrafia com a performance "Pantera Cor-de-Rosa". Com o objetivo de resgatar a atmosfera dos primórdios do cinema, em que as projeções de filmes mudos eram acompanhadas por trilhas sonoras executadas ao vivo, Daniel Nunes (lise) e Barulhista criaram o “Cinegrafia”. O projeto consiste na projeção de clássicos mudos do cinema com a interpretação ao vivo de trilhas sonoras compostas pelos artistas.

O sábado, 25 de janeiro, marca um dos momentos mais aguardados da Mostra de Cinema de Tiradentes: o Cortejo das Artes. A partir das 16h30, grupos tradicionais percorrerão as ruas tricentenárias da cidade com a regência e animação de bandas, grupos e artistas convidados, rumo à praça principal, envolvendo moradores, turistas e convidados. Participam desta edição: Banda Ramalho, Folia de Reis de São João Del Rei, Guarda de Congo Nossa Senhora do Rosário Tia Anastácia, Turma do Pipoca, Palhaço Alegria, Banda Inconfidentes, Bateria Treme Terra, Spasso Escola Popular de Circo, o Grupo Circolar e a Batucada das Minas. Concentração à Rua Direita, em frente à Igreja do Rosário com destino ao Cine Praça, no Largo das Fôrras.

A partir de 0h30, no Sesc Cine-Lounge, o público poderá conferir o espetáculo “De Tempo Somos – Um Sarau do Grupo Galpão”. A apresentação recontextualiza e recorda músicas do repertório de peças do grupo, que celebra, em formato prático e reduzido, o encontro da música com o teatro, que se tornou a principal marca do Galpão em mais de 30 anos de trajetória. Criado em 1982, o Grupo Galpão é uma das companhias mais importantes do cenário teatral brasileiro, cuja origem está ligada à tradição do teatro popular e de rua. O grupo desenvolve um teatro que alia rigor, pesquisa, busca de linguagem, com montagem de peças que possuem grande poder de comunicação com o público.

No domingo, 26 de janeiro, a programação segue intensa. A partir das 12h30, no Largo das Fôrras, a garotada vai se divertir como o teatro de rua do Grupo Circolar. Através de uma grande variedade de técnicas circenses, o espetáculo “Circo de Brinquedo”, tem como referência os circos tradicionais de lona. A apresentação promete colorir os olhos do público, resgatando importantes memórias dos tradicionais circos para despertar nas novas gerações o encantamento pela magia do circo.

Às 0h30, no palco do Sesc Cine-Lounge, a banda Rosa Neon apresenta uma mistura sonora que passeia por ritmos como funk, rap, MPB, lambada, brega e indie. Banda de destaque no cenário nacional atual e autêntica representante da estética “pop tropical”, o Rosa Neon representa um novo e criativo momento da música brasileira, dialogando com a vanguarda e o popular.

Na segunda, 27 de janeiro, a atração do espaço será o “Projeto Poliphonicos”, formado pelos músicos Luiz Prestes (baixo) e Helder Araújo (guitarra) e pelos DJ’s Preto C e Flávio Machado. O trabalho traz releituras de clássicos da música negra brasileira, com repertório que passa por Tim Maia, Jorge Ben, Marku Ribas, Tony Tornado, em apresentações que, aliadas às projeções audiovisuais, transformam-se em verdadeiros bailes blacks.

Na noite de terça, 28 de janeiro, a partir de 0h30, o Sesc Cine-Lounge será palco do aguardado encontro da cantora, compositora e cineasta Ava Rocha com o cantor, compositor e violonista, Negro Leo. A dupla mostra em performance intimista parte da obra autoral, que inclui sucessos, canções obscuras e inéditas de ambos artistas.

Na quarta, 29 de janeiro, o compositor e guitarrista Heberte Almeida apresenta no Sesc Cine-Lounge, a partir de 0h30, o show de lançamento do seu primeiro álbum solo intitulado “Negro Amor”. Integrante do Diplomattas, banda que assina a trilha sonora do filme “No Coração do Mundo”, letrista exímio e guitarrista dos mais talentosos, o artista passeia por sonoridades e temáticas relacionadas à música negra brasileira com um afetuoso repertório autoral de canções acerca de narrativas e vivências da negritude e do amor. O show conta com direção de Gabriel Martins, da Filmes de Plástico, produtora responsável pelo longa.

Na quinta-feira, 30 de janeiro, a atração ficará a cargo da cantora Adriana Araújo, uma das grandes vozes do samba mineiro. A artista nascida na comunidade da Pedreira Prado Lopes, na região da Lagoinha, berço do samba de Belo Horizonte, tem se destacado como um dos grandes talentos da atual geração, mantendo viva a tradição deste gênero musical que é símbolo da identidade brasileira e, principalmente, da relevante contribuição cultural da população negra. O show começa às 0h30.

Na noite de sexta, 31 de janeiro, também no mesmo horário, o público poderá conferir a performance do grupo Jazzcorde-on. Além dos ritmos clássicos dos quais o acordeon é protagonista, como o forró, o tango e a guarânia, o grupo também propõe diálogos com o jazz e a diversidade da música brasileira. O repertório traz músicas próprias, além de obras de ícones como Richard Gagliano, Sivuca, Renato Borguetti e Dominguinhos. O grupo é formado por Marx Marreiro no acordeon, Matheus Rodrigues no violão e Paulo Cardoso no contra-baixo.

No sábado, 1º de fevereiro, tem atração para divertir toda a família, a partir das 16 horas, no Largo das Fôrras. O espetáculo teatral “De chapéu e Coração, Histórias de Paixão", do Grupo Tuia, apresenta através de três contos de domínio público, transcritos para uma dramaturgia em cordel, características e sensibilidades do Vale do Jequitinhonha. Os personagens inspirados no imaginário popular da região são compostos através dos corpos dos dois atores que interpretam e cantam as aspirações do sertanejo mineiro, na imagem de figuras caricatas que vivenciam as relações sociais e intersubjetivas marcadas pelo poder, amor, fé e ganância; conflitos da lida, relidos em versos, prosa e melodia para todas as idades e espaços.

Para encerrar a última noite da Mostra de Cinema de Tiradentes em 2020, no dia 1º de fevereiro, a partir das 0h30, acontece a performance musical “Cura”, cantautora Elisa de Sena. Uma das características marcantes do projeto é a junção entre o eletrônico e os tambores da cultura afro-mineira, estética que a artista apresenta ao lado da DJ Black Josie, misturando percussão e pick-ups, com um repertório que traz canções do primeiro disco da cantora e releituras de clássicos da MPB. Celebração e alegria como antídotos em tempos conturbados.

Durante toda a 23ª Mostra de Cinema de Tiradentes, sempre das 19h às 0h, o Sesc Cine-Lounge também será espaço para videoarte, com a exibição de produções do Festival Timeline - Festival de Arte Eletrônica. Realizado há cinco anos em Belo Horizonte, o Timeline traz para a cidade histórica uma mostra que se preocupa em aproximar imagens e pensamentos na pesquisa de trabalhos de vídeo e de cinema expandido, por meio de talentos proeminentes de diversas regiões do Brasil. Na seleção, trabalhos que refletem a produção contemporânea brasileira, a partir dos quais são exploradas novas formas para o cinema, assim como as convergências que surgem nos diálogos com outros meios artísticos.

Nas picapes e projeções, estarão os VJ’s Pedro Pedro e Romana e a VJ Carou Araújo. A primeira dupla de VJs apresenta uma pesquisa ampla e orgânica que mescla contemporaneidades e clássicos e também sets com sonoridades diversas, marcados por batidas intensas, timbres industriais e percussões energéticas viajando entre techno, eletro, breakbeat e acidhouse. Já Carou, é multi-artista e atua como VJ, DJ, produtora musical, produtora executiva, criadora de instrumentos, realizadora de workshops e barulhista. Além disso, criou em 2012 a festa Transa! — Música Brasileira, juntamente com Alfredo Souza e Bruno Braz. Para agitadora cultural inquieta, tudo é permitido no universo da canção e o público vai conferir experimentações musicais que aliam identidade noise/pop/experimental a paisagens sonoras mais tropicais.

 

RODAS DE CONVERSA


A temática “A imaginação como potência” norteará também a série Encontro de Cinema | Roda de Conversa, que se tornou outra marca da Mostra de Cinema de Tiradentes e que movimentará o público no Sesc Cine-Lounge. Abrindo esta parte da programação, será realizada no domingo, às 21h30, o Encontro de Cinema - Como Representar Corpos Femininos No Curta-Metragem Brasileiro, com a participação das atrizes Babi (filme Babi & Elvis) e Jessica Müller (filme Santa). Duas mulheres, duas personagens, dois corpos de atrizes: mulheres trans, uma delas em situação de rua, nos ajudam a pensar o lugar desses corpos femininos invisíveis (ou pouquíssimos representados) dentro do curta-metragem brasileiro. Que tipo de questões abordam esses corpos? Como se aproximar de suas particularidades? O bate-papo terá mediação da curadora Tatiana Carvalho Costa |MG

Na quarta-feira, 29 de janeiro, às 19h15, será a vez do Encontro de Cinema - A Música em Diálogo com o Cinema com o compositor e guitarrista Heberte Almeida, integrante do grupo Diplomattas e o montador e diretor Gabriel Martins |MG, além de Maurílio Martins. Conjugar cinema e música pode resultar em frutos significativos para a produção de um filme, uma vez que a trilha sonora pode tornar a narrativa mais densa e rica e se harmonizada com as outras técnicas cinematográficas, pode gerar uma experiência emocional original. Nesta roda de conversa, o público vai conhecer a experiência da trilha sonora do longa "No Coração do Mundo", dirigido por Gabriel Martins e Maurílio Martins e o processo de composição e escolha da trilha sonora para o filme. O bate-papo terá mediação do jornalsita e crítico de cinema Marcelo Miranda|MG.

E no dia 1º de fevereiro, às 19h30, o público poderá conferir a Encontro de Cinema – Bate-Papo com a atriz Bárbara Paz|SP, diretora do documentário “Babenco – Alguém tem que Ouvir o Coração e Dizer: Parou” (SP). Premiado no Festival de Veneza, o filme será exibido na Mostra Tiradentes no dia 1º de fevereiro, às 18 horas, no Cine Tenda. A cineasta vai compartilhar com o público relatos sobre o processo de criação, produção e montagem do documentário e a experiência do longa-metragem no circuito de festivais nacionais e internacionais. Participa do bate-papo o montador e diretor Cao Guimarães|MG. A Roda de Conversa será mediada pelo jornalista e crítico de cinema Marcelo Miranda|MG

 

EXPOSIÇÕES


Durante a Mostra de Cinema de Tiradentes, o público poderá conferir três exposições temáticas. A Mostra Homenagem, montada em painéis no Cine-Tenda, apresentará a trajetória dos atores Antônio e Camila Pitanga, homenageados desta edição. Pai e filha, homem e mulher, negro e negra, 80 e 42 anos. Ícones de seus próprios tempos, Antônio e Camila emulam em seus corpos e suas posturas a diversidade e a força de duas formas de trabalhar e mapear uma história do audiovisual brasileiro.

Já a Mostra Cinema Brasileiro Contemporâneo, inspirada na temática “A imaginação como potência”, é uma instalação em painéis fotográficos no hall do auditório do Centro Cultural Sesiminas Yves Alves que visa interagir, informar e apresentar a programação de longas e respectivas mostras temáticas e, ainda, registrar e colocar em evidência os homenageados desta edição.

E a Mostra Valores será instalada na praça principal de Tiradentes e terá como protagonista a Sociedade Corpo de Bombeiros Voluntários de Tiradentes. A exposição tem o propósito de somar esforços, apresentar, enaltecer e sensibilizar o público para ser um colaborador da instituição que depende de doações para seu funcionamento e realiza um trabalho pioneiro e de grande valia para o patrimônio da cidade de Tiradentes e de Minas Gerais. A Mostra Valores é uma iniciativa e realização da Universo Produção, concebida para dialogar com as comunidades em que o programa Cinema sem Fronteiras está inserido, visando valorizar pessoas, ações, programas e lugares.

 

SOBRE A MOSTRA DE CINEMA DE TIRADENTES


Maior evento dedicado ao cinema brasileiro contemporâneo em formação, reflexão, exibição e difusão realizado no país. Apresenta, exibe e debate, em edições anuais, o que há de mais inovador e promissor na produção audiovisual brasileira, em pré-estreias nacionais, de longas e curtas – uma trajetória rica e abrangente que ocupa lugar de destaque no centro da história do audiovisual e no circuito de festivais realizados no Brasil.

Trata-se de um programa audiovisual que reúne todas as manifestações da arte numa programação cultural abrangente oferecida gratuitamente ao público que prevê a exibição de mais de 100 filmes brasileiros em pré-estreias nacionais, mais de 40 sessões de cinema, homenagens, oficinas, debates, seminário, mostrinha de cinema, exposições, lançamento de livros, teatro de rua, shows musicais, performance audiovisual, encontros e diálogos audiovisuais e atrações artísticas.

 

TODA PROGRAMAÇÃO É OFERECIDA GRATUITAMENTE AO PÚBLICO.

***

Acompanhe o programa Cinema Sem Fronteiras 2020

Participe da Campanha #EufaçoaMostra

Na Web: www.universoproducao.com.br No Twitter: @universoprod

No Facebook: universoproducao / mostratiradentes No Instagram: @universoproducao

Informações pelo telefone: (31) 3282-2366

 

Serviço

 23ª MOSTRA DE CINEMA DE TIRADENTES | 24 de janeiro a 1o de fevereiro de 2020


LEI FEDERAL DE INCENTIVO À CULTURA

LEI ESTADUAL DE INCENTIVO À CULTURA

Patrocínio: ITAÚ, TAESA, CBMM, PETRA, COPASA, CEMIG, CODEMGE|GOVERNO DE MINAS GERAIS

Parceria Cultural: Sesc em Minas

Apoios: SESI FIEMG, CAFÉ 3 CORAÇÕES, MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES, OI, DOT, MISTIKA, CTAV, CIA/NAYMAR, CINECOLOR, THE END POST, CANAL BRASIL, REDE GLOBO MINAS, PREFEITURA DE TIRADENTES, POLÍCIA MILITAR DE MINAS GERAIS.

Idealização e realização: UNIVERSO PRODUÇÃO

SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA E TURISMO | GOVERNO DE MINAS GERAIS

SECRETARIA ESPECIAL DE CULTURA, MINISTÉRIO DA CIDADANIA - GOVERNO FEDERAL|PÁTRIA AMADA BRASIL 

 

LOCAIS DE REALIZAÇÃO DO EVENTO


Centro Cultural Sesiminas Yves Alves  

Largo das Fôrras 

Sesc Cine Lounge

Largo da Rodoviária

Escola Estadual Basílico da Gama