Realizadores alagoanos marcam presença na 23ª Mostra de Cinema de Tiradentes

A 23ª Mostra Tiradentes contou com forte presença de realizadores do estado de Alagoas. Nesta sexta-feira, dia 31, o evento recebeu uma comitiva de 35 pessoas, com equipes e elenco dos filmes selecionados – um longa e três curtas, além de um jornalista e o Secretário de Cultura de Maceió, Vinícius Palmeira.

A participação de produções e cineastas alagoanos nesta edição da Mostra se deu de forma espontânea, conforme explica um dos integrantes do grupo, o cineasta Rafhael Barbosa. “Nosso estado já teve representantes em Tiradentes em anos anteriores, mas é a primeira vez que Alagoas teve quatro filmes selecionados para uma mesma edição. Isso gerou bastante repercussão na mídia, mobilizou o poder público e as equipes dos filmes, que se reuniram naturalmente para essa viagem.”

Alagoas vive seu melhor momento para o setor audiovisual, no sentido de políticas públicas e investimentos, resultado de um movimento que teve início em 2010. Há dez anos, foi lançado o primeiro edital no estado, no valor de 150 mil reais, que viabilizou a realização de dez curtas-metragens. Em 2015, os realizadores e profissionais do segmento criaram o Fórum Setorial Audiovisual Alagoano, que se tornou o ambiente de mobilização política e de proposição de políticas públicas. E foi lançado recentemente um edital da Prefeitura de Maceió que, conjuntamente com arranjos regionais, possibilitará um investimento de R$ 15 milhões.

A indústria audiovisual em Alagoas é uma cena em construção e está com perspectivas muito boas para o futuro. Além de “Cavalo”, primeiro longa-metragem alagoano exibido na Mostra Tiradentes, o público poderá conferir em breve mais cinco longas que estão sendo realizados, além de mais de 30 curtas e telefilmes. Outras ações movimentam o audiovisual em Alagoas como projetos de formação e projetos de cineclube. Certamente, o circuito do cinema brasileiro vai ouvir falar muito do cinema alagoano nos próximos anos.

 

Integrantes da comitiva alagoana celebram e comentam a experiência de participar da 23ª Mostra Tiradentes.

Rafhael Barbosa – codiretor do longa-metragem “Cavalo” – “É minha primeira vez em Tiradentes e está sendo muito especial, porque “Cavalo” é o primeiro longa feito com edital público em Alagoas. Estamos aproveitando ao máximo essa oportunidade, compartilhando ideias, conhecendo novas pessoas, fazendo uma rede e assistindo aos filmes, especialmente nesse momento que estamos vivendo no país de censura e ataque ao audiovisual”.

Werner Sales – codiretor do longa “Cavalo” – “Para nós é muito importante estar em Tiradentes, porque é uma janela importante do cinema brasileiro. Sempre foi um sonho participar de um evento como esse. Nossa presença aqui representa um começo de uma cena que está se fortalecendo em Alagoas. Acredito que vamos começar a ser mais vistos e agora teremos uma participação cada vez mais representativa”.

Felipe Guimarães- Produtor do curta “A Barca” e distribuidor do longa “Cavalo” – “Estar aqui em Tiradentes é um marco para o audiovisual alagoano. A gente sempre produziu e estávamos presentes em diversos festivais e mostras. Mas agora é diferente, porque estamos de fato estruturando a indústria audiovisual com empresas credenciadas na Ancine, produtoras, distribuidoras”.

Renata Baracho – integrante da equipe do curta “Trincheira” – “Esse é um marco histórico para nós e já estou na expectativa de voltar. Espero que na próxima edição a gente volte com mais filmes e com uma representatividade ainda maior. Temos uma grande expectativa de futuro”.

Paulo Silver – diretor do curta “Trincheira” – “É muito legal estar com um filme aqui e fazer parte dessa uma cena alagoana que se constrói. É uma espécie de celebração desse momento, dez anos de editais públicos. É um prazer enorme estar aqui em Tiradentes”.

Maysa Reis – assistente de direção do curta “Trincheira” e integrante da comunicação do longa “Cavalo” – “Estar aqui pra gente é uma conquista. A gente sempre almejou e projetou esse momento e agora está sendo muito bonito viver isso tudo em conjunto e especialmente com esses filmes que foram pensados e feitos com muito carinho. A gente veio plantar para poder colher o fruto nas próximas edições da Mostra e também em outros festivais.”

 

 

SOBRE A MOSTRA DE CINEMA DE TIRADENTES


Maior evento dedicado ao cinema brasileiro contemporâneo em formação, reflexão, exibição e difusão realizado no país. Apresenta, exibe e debate, em edições anuais, o que há de mais inovador e promissor na produção audiovisual brasileira, em pré-estreias nacionais, de longas e curtas – uma trajetória rica e abrangente que ocupa lugar de destaque no centro da história do audiovisual e no circuito de festivais realizados no Brasil.

Trata-se de um programa audiovisual que reúne todas as manifestações da arte numa programação cultural abrangente oferecida gratuitamente ao público que prevê a exibição de mais de 100 filmes brasileiros em pré-estreias nacionais, mais de 40 sessões de cinema, homenagens, oficinas, debates, seminário, mostrinha de cinema, exposições, lançamento de livros, teatro de rua, shows musicais, performance audiovisual, encontros e diálogos audiovisuais e  atrações artísticas. 

Acompanhe a 23ª Mostra de Cinema de Tiradentes e o programa Cinema Sem Fronteiras 2020.

Participe da Campanha #EufaçoaMostra
No Twitter: @universoprod
No Facebook: universoproducao / mostratiradentes
No Instagram: @universoproducao 
No LinkedIn: Universo Produção
Informações pelo telefone: (31) 3282-2366

 

Serviço


 23ª MOSTRA DE CINEMA DE TIRADENTES | 24 de janeiro a 1o de fevereiro de 2020

LEI FEDERAL DE INCENTIVO À CULTURA

LEI ESTADUAL DE INCENTIVO À CULTURA

Patrocínio: ITAÚ, TAESA, CBMM, COPASA, CEMIG, CODEMGE|GOVERNO DE MINAS GERAIS

Parceria Cultural: Sesc em Minas

Apoios: SESI FIEMG, CAFÉ 3 CORAÇÕES, MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES, OI, DOT, MISTIKA, CTAV, CIA/NAYMAR, CINECOLOR, THE END POST, CANAL BRASIL, REDE GLOBO MINAS, PREFEITURA DE TIRADENTES, POLÍCIA MILITAR DE MINAS GERAIS.

Idealização e realização: UNIVERSO PRODUÇÃO

SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA E TURISMO | GOVERNO DE MINAS GERAIS

SECRETARIA ESPECIAL DE CULTURA, MINISTÉRIO DA CIDADANIA - GOVERNO FEDERAL|PÁTRIA AMADA BRASIL

 

LOCAIS DE REALIZAÇÃO DO EVENTO


Centro Cultural Sesiminas Yves Alves   

Largo das Fôrras  

Largo da Rodoviária

Escola Estadual Basílico da Gama

Espaço Cultural Aimorés

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA 


ETC Comunicação | (31) 2535.5257 |99120.5295 – Luciana d’Anunciação – luciana@etccomunicacao.com.br

Universo Produção|(31) 3282.2366/ 9 9534-6310 - Laura Tupynambá | imprensa@universoproducao.com.br

Fotos: https://www.flickr.com/photos/universoproducao/

Produção de textos: Marcelo Miranda