A MULHER NEGRA NA DIREÇÃO DE CINEMA NO BRASIL

Descrição

Pensar o cinema brasileiro feito por mulheres negras é considerar uma história de apagamentos. Em um país com uma população de maioria negra, o que explica a invisibilidade de mulheres negras como diretoras e roteiristas? Com o barateamento dos meios de produção e os engajamentos coletivos, quais as possibilidades de criação de outras narrativas a partir de um recorte de gênero e raça? O formato do curta-metragem ainda é o mais acessível? Quais os desafios para a realização de longas?

Ana Julia Travia - diretora do curta "Outras" (Mostra Foco)
Barbara Maria - diretora do curta "Pele de Monstro" (Mostra Praça)

Mediação: Juliano Gomes – crítico de cinema, professor e artista.

Exibições

23/01 | terça - 21h00

SESC Cine - Lounge