Babenco - Alguém tem que ouvir o coração e dizer: Parou

Documentário, Preto & Branco, DCP, 75 min, 2019

Direção: Bárbara Paz

Sinopse

“Eu já vivi minha morte, agora só falta fazer um filme sobre ela” – disse o cineasta Hector Babenco a Bárbara Paz, ao perceber que não lhe restava muito tempo de vida. Ela aceitou a missão e realizou o último desejo do companheiro: ser protagonista de sua própria morte. Do primeiro câncer, aos 38 até a morte, aos 70 anos, Babenco fez do cinema remédio e alimento para continuar vivendo. ​ É o primeiro longa-metragem de Bárbara Paz mas, também, de certa forma, a última obra de Hector - um filme sobre filmar para não morrer jamais.

Exibições

01/02 | sábado - 18h00

Cine-Tenda