25/01 | terça | 17h às 18h

Frente aos desafios enfrentados no cinema brasileiro contemporâneo, o que guiam as forças que resultam nas realizações dos curtas-metragens? Quais atravessamentos (re)organizam e conformam os processos criativos? Essa mesa pretende discutir as cine-escrituras poéticas que se (re)definem em um país de intensas e constantes transições.

Convidados:

Adanilo – diretor de 521 anos / Siia Ara | AM

José Hélio Neto – diretor de Voz na Escuridão | SP

Marcus Curvelo – diretor de Qual é a Grandeza? |BA

Renato Vallone – diretor de Centelha |SP

Mediadora: Tatiana Carvalho Costa – curadora | MG