Rodrigo Cerqueira e Roberta Fernandes | ES

25 a 28 de jan de 2021 | 10h às 13h

carga horária: 18h

vagas: 20

faixa etária: A partir de 18 anos

Objetivo geral

Com análise fílmica e atividades práticas, a oficina busca apresentar as diferentes modalidades de entrevista em filmes documentários e exercitar técnicas de interação e aprofundamento dos personagens. Os participantes terão contato com exemplos de formulação de perguntas e roteiro, condução da entrevista, ética nos diálogos e na edição a partir do trabalho de grandes diretores.

 

Conteúdo programático por dia/aula *

TERÇA – 25/01 (Duração: 6h)

MANHÃ (10h-13h):

O LUGAR DO ENTREVISTADOR: O módulo apresenta e avalia escolhas a serem feitas pelo diretor/realizador antes do início da produção. O documentário busca validar uma tese ou convida o espectador à descoberta junto com o realizador? O entrevistado é sujeito ou objeto da produção (um filme com ele ou sobre ele)? Qual o nível de controle esperado pelo diretor/realizador sobre as entrevistas? Qual o nível de pesquisa necessária sobre o personagem e seu universo? O dilema da pré-entrevista: quem deve fazer e quando.

A ÉTICA DO DIÁLOGO: O módulo aprofunda o entendimento de que o entrevistado é sempre um sujeito diante do diretor/realizador e problematiza essa ideia dentro do filme e para além dele. A necessidade do consentimento informado e a escolha consciente do entrevistado. O entrevistado mente: qual o lugar das versões de uma narrativa no filme? O personagem performa: a encenação do real. De frente com o inimigo: repulsa e enfrentamento do discurso dos personagens.

ANÁLISE FÍLMICA: Atividade de exibição e debate de trechos de filmes que exemplificam ou colocam em questão os pontos apresentados na aula. Planeja-se uma variedade de estilos e diretores como Eduardo Coutinho, AgnèsVarda, Carlos Nader, Michael Moore, Claude Lanzmann.

TARDE(14h30-17h30)

ATIVIDADE PRÁTICA: Será apresentada aos participantes a proposta de atividade prática a ser realizada em grupo, na Aula 3.

TIPOS DE ENTREVISTA: A entrevista é um jogo, uma dança ou uma batalha? O módulo apresenta a tipologia clássica das entrevistas – aberta, semiaberta e fechada – e as consequências de seu uso em documentários. Traz também abordagens específicas como o povo-fala e a entrevista de grupos.

ANÁLISE FÍLMICA: Atividade de exibição e debate de trechos de filmes que exemplificam ou colocam em questão os pontos apresentados na aula. Planeja-se para esta aula diretores como Eduardo Coutinho, Marcos Prado, Errol Morris, Beth Formaggini.

TÉCNICAS DE ENTREVISTA I: O módulo apresenta técnicas de entrevista comumente utilizadas em documentários e suas repercussões na narrativa das produções. Nesta primeira parte, serão abordadas técnicas para construção de roteiro e para formulação de perguntas.

 

QUARTA – 26/01 (duração: 6h)

MANHÃ (10h-13h):

TÉCNICAS DE ENTREVISTA II: Nesta segunda parte, o módulo enfatizará técnicas de condução das entrevistas, de acordo com a tipologia apresentada na Aula 1. Serão abordados tópicos como a noção de tempo na entrevista, o manejo do silêncio, o ritmo e as atitudes do entrevistador.

ANÁLISE FÍLMICA: Atividade de exibição e debate de trechos de filmes que exemplificam ou colocam em questão os pontos apresentados na aula. Planeja-se para esta aula diretores como Eduardo Coutinho, Marcelo Gomes, João Moreira Salles, Michael Moore e Carlos Nader.

EXERCÍCIO PRÁTICO: Dentro do ambiente da aula, será proposta uma primeira atividade prática de construção de roteiro e de formulação de perguntas, com aplicação a entrevistados. Partindo do pressuposto de que a maior parte dos alunos não se conhece e que os instrutores são também realizadores, qualquer dos participantes poderá ser sujeito da atividade.

TARDE(14h30-17h30)

ESTÉTICA E NARRATIVA: A entrevista não é apenas um diálogo dentro do filme. Há outros elementos envolvidos que interferem diretamente na estética e na narrativa do documentário e que precisam ser avaliados pelo diretor/realizador. O módulo vai tratar dos principais, como o enquadramento do entrevistado, a entrevista em plano sequência e a presença do entrevistador ou sua voz no filme. Também serão feitas considerações sobre os aspectos técnicos e éticos da edição de entrevistas. Serão usados exemplos de documentários para motivas a discussão.

EXERCÍCIO PRÁTICO: Dentro do ambiente da aula, será proposto aos alunos que, em grupos de 4 participantes, realizem curtas documentais de até 5 minutos, baseados em entrevistas. Essa proposta terá sido apresentada na Aula 1 para que, neste momento do curso, todos já tenham grupos e propostas constituídas. Será feia uma avaliação de cada proposta e um debate sobre caminhos possíveis em sua execução.

 

 

QUINTA – 27/01 (duração: 6h)

MANHÃ (10h-13h):

Em grupo, os alunos se dedicarão à produção e edição de entrevistas em formato documental, de acordo com a proposta decidida na aula 1. Os instrutores estarão disponíveis para conversar sobre as propostas e orientar sua execução, acompanhando o trabalho dos grupos.

TARDE (14h30-17h30)

Exibição e debate dos trabalhos produzidos. Os grupos apresentarão o material finalizado e discutirão com os colegas e os instrutores sobre escolhas feitas e objetivos alcançados.

 

Pré-requisitos dos alunos:

Que sejam realizadores iniciantes ou estudantes de Cinema, Audiovisual,Comunicação e áreas afins.

 

Breve Currículo dos Instrutores:

RODRIGO CERQUEIRA é documentarista e professor de Jornalismo há 15 anos. Foi repórter do jornal O Globo e atua como diretor e produtor audiovisual há sete anos.

ROBERTA FERNANDES é jornalista e diretora de documentários. Venceu o Grande Prêmio Canal Brasil de Curtas 2018 com “Se Você Contar”. Foi selecionada pelo Selo Elas 2021 por seu primeiro longa “E quem se importa?”, em produção.

Ambos são sócios da Andaluz Filmes (ES), produtora especializada em documentários.