No âmbito de constituir um Atlas Superficcional Mundial, Guerreiro do Divino Amor investiga como ficções de diferentes naturezas, sejam elas geográficas, sociais, midiáticas, políticas ou religiosas, interferem na construção do território e do imaginário coletivo.
Quinto capítulo do Atlas Superficcional, O Mundo Mineral é uma fantasia de harmonia e perdão, a superficção do milagroso equilíbrio entre povos, norte e sul, superdesenvolvimento e supertradição.


Estreia: 23/01 às 0h

Classificação: Não recomendada para menores de 14 anos

Roteiro: Guerreiro do Divino Amor

Empresa produtora: Guerreiro do Divino Amor

Co-produção: Renato Ranquine

Montagem: Guerreiro do Divino Amor

Fotografia: Guerreiro do Divino Amor

Trilha sonora: Neural Xolotl

Som direto: Guerreiro do Divino Amor

Figurino: Ventura Profana

Elenco: Júlia Mesquita