JÚRI OFICIAL

GRACIELA GUARANI
Pertencente à nação Guarani Kaiowá, Graciela é produtora cultural, comunicadora, cineasta, curadora de cinema e formadora em audiovisual. Uma das mulheres indígenas pioneiras em produções originais audiovisuais no cenário brasileiro, tem um currículo que inclui direção e roteiro em mais de 10 produções originais.

IVONE MARGULIES
Autora de In person: reenactment in postwarandcontemporarycinema (Oxford, 2019) e Nadaacontece: o cotidianohiper-realista de ChantalAkerman(Edusp, 2015). CoeditouOnwomen’sfilms: acrossworlds andgenerations(2019)eeditoucoletânea de ensaiosRitesofrealism: essaysoncorporealcinema (Duke U Press, 2003.) Escrevesobre cinema francês, teatralidade e realismo no cinema e acaba de publicarFilmes de Plastico’splural realism, no dossiê sobre cinema brasileirona FilmQuarterly(inverno 2021). Ensina História e Crítica de Cinema no Departamento de Estudos de Mídias no Hunter College, e no Graduate Center (Ph.DnoTheaterandFilmStudiesCertificateProgram) daCity Universityof New York.

LEONARDO BOMFIM 
Programador da Cinemateca Capitólio, em Porto Alegre, desde 2015. Foi programador da sala de cinema P. F. Gastal entre 2013 e 2016. Realizou trabalhos de programação para os festivais de Gramado (2019, 2020) e de Brasília (2018). É um dos editores da publicação Zinematógrafo. Atualmente, cursa o doutorado na Escola de Comunicação, Artes e Design da PUC-RS, com pesquisa sobre o traço da multiplicidade no cinema contemporâneo. 

MARIANA SOUTO
Professora do curso de Audiovisual da UnB. Doutora pela UFMG, com pós-doutorado pela ECA-USP. Foi curadora de mostras como o Janela Internacional de Cinema de Recife e o Festcurtas BH. Autora de Infiltrados e invasores – uma perspectiva comparada sobre relações de classe no cinema brasileiro (EDUFBA, 2019). Diretora de arte de filmes como Quintal (André Novais) e Quinze (Maurilio Martins).

SORAYA MARTINS
Atriz, pesquisadora, crítica teatral e curadora. Curadora do Festival Internacional de Teatro de Belo Horizonte– FIT-BH 2018 e dos espetáculos baianos do Festival Internacional de Artes Cênicas da Bahia– Fiac 2019. Doutoranda em Literaturas de Língua Portuguesa PUC-Minas. Mestre em Estudos Literários pela Fale-UFMG. Atriz formada pelo Teatro Universitário – TU-UFMG, cursou Semiologia do Teatro no DipartimentodiMusica e Spettacolodell’Universitàdi Bologna, Itália. Escreve crítica para teatro tanto no projeto segundaPRETA quanto no site Horizonte da Cena e para festivais como: Festival de Curitiba, Mostra Internacional de Teatro – MIT-SP, Festival Internacional de Artes Cênicas da Bahia – Fiac, Festival Estudantil de Teatro – Feto-BH, Festival de Cenas Curtas do Galpão Cine Horto. Tem em seu currículo trabalhos como atriz junto a diversos grupos de teatro, entre eles, o Grupo Espanca, com o espetáculo PassAaarão!

JÚRI JOVEM

Ana Julia Silvino
20 anos, estudante 3º período de Rádio, TV e Internetda Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)

Anália Alencar
25 anos, estudante 9° período de Comunicação Social da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)

Lorenna Rocha
24 anos, estudante 10º período da Licenciatura em História da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

Manu ZIlveti
24 anos, estudante do 5° período de Cinema e Audiovisual da Universidade Federal de Pelotas (Ufpel)

Rodrigo Sampaio Cauhi
20 anos, estudante 6º período do curso de Cinema e Audiovisualda PUC Minas