A programação da tarde dessa quarta-feira, dia 26 de janeiro, vai contar com Encontro com os Filmes, sessões de curtas-metragens pelas Mostras Panorama e Formação, Roda de Conversa sobre Políticas Públicas no Audiovisual e bate-papo com cineastas. A vasta grade de atividades da 25a Mostra Tiradentes se estende até 29 de janeiro e todas as atrações são gratuitas e podem ser acessadas pela plataforma oficial www.mostratiradentes.com.br.

Encontro com os filmes

A programação da tarde inicia às 15 horas com bate-papo com os diretores dos curtas-metragens da Mostra Foco | Série 2 e exibidos na noite de terça-feira: Leonardo da Rosa e GianlucaCozza, de “Madrugada”; Liv Costa e Sunny Maia, de Na estrada sem fim há lampejos de esplendor”; Lucas Melo, de “Prata”; Linga Acácio, de Rumo ao Desvio”. A mediação será de Marcelo Miranda, crítico de cinema e jornalista. Participe pelo endereço https://mostratiradentes.com.br/atividades/encontro-com-os-filmes-mostra-foco-serie-2/.

Sessão de Cinema

A partir das 16 horas, o público confere a exibição dos quatro curtas-metragens da Mostra Panorama | Série 4. IntituladaMestres, Comunidades e Saberes Populares” é formada exclusivamente por filmes realizados com recursos da Lei Aldir Blanc (LAB), auxílio emergencial da cultura que tornou possível, por meio de prêmios, editais e chamadas públicas, a execução de projetos culturais em diferentes municípios brasileiros.

Abre a sessão o documentário “Cabocolino”, de João Marcelo, que mergulha nos saberes populares de Seu João de Cordeira, mestre do Bloco de Caboclinhos do Sítio Melancia, do município de João Alfredo, interior de Pernambuco. Na sequência, “Alagbedé”, de Safira Moreira, aborda o cotidiano de José Adário dos Santos e seu processo de criação de ferramentas de orixá em sua oficina de ferro-velho, em Salvador. De Belo Horizonte, Angu recheado de senzala”, de Stanley Albano, mistura documentário e ficção em uma proposta que resgata a história do pastel de angu, patrimônio da cultura mineira, e de que modo sua origem está relacionada à escravidão de negros e negras no Brasil. A sessão encerra com Curió”, de Priscila Smiths e P.H.Diaz, que partilha as vivências de moradores de um bairro que nasceu de um mutirão, na periferia de Fortaleza. Os curtas ficarão com o sinal aberto até às 16 horas do dia 27 de janeiro, quinta-feira, pelo link https://mostratiradentes.com.br/filmes/mostra-panorama/.

Roda de Conversa

Às 17 horas, é a vez da Roda de Conversa “Políticas públicas para o audiovisual em Minas Gerais”, onde serão apresentadas as ações estratégicas para o audiovisual mineiro, que este ano estão baseadas em três eixos: Desenvolvimento Econômico, Cidadania Audiovisual, Comunicação e Indicadores. Participam do encontro: Igor Arci, subsecretário de estado de cultura de Minas Gerais; Sérgio Rodrigo Reis, presidente da Empresa Mineira de Comunicação – EMC e Flávia Moreira, diretora de Desenvolvimento e Promoção do Audiovisual. A mediação será do crítico de cinema e jornalista Marcelo Miranda, . Acesse e confira https://mostratiradentes.com.br/atividades/politicas-publicas-para-o-audiovisual-em-minas-gerais/.

Sessão de cinema + bate-papo

Para finalizar a tarde desta quarta, às 17h30 será promovida a sessão da Mostra Formação | Série 1 com filmes que revelam a nova cara da produção universitária.A primeira exibição será da ficção “Idioma”, de Leonardo Gelio, da PUC-RJ, que acompanha, de forma pausada e misteriosa, a jornada de uma mãe solo para ajudar seu filho a se comunicar. Em “A Sentença”, produção realizada na Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP) e dirigida por Laura Coggiola, o universo onírico dos sonhos contamina a realidade e transforma o relacionamento de duas garotas em sua exploração na cidade de São Paulo. “Noêmia e Laura”, dos diretores Danielle Menezes e Iago de Medeiros e realizado na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), usa o terreno propositivo dos sonhos para observar atentamente a rotina de duas mulheres dividindo uma casa e se perdendo em suas ilusões. Da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), “Cidade Sempre Nova”, de Jefferson Cabral, é um experimento ousado que utiliza uma colagem de filmes para refletir sobre suas histórias, contradições e celebrar uma produção audiovisual pouco reconhecida. Os curtas ficarão com o sinal aberto até às 17h30 do dia 27 de janeiro, quinta, pelo link https://mostratiradentes.com.br/filmes/mostra-formacao/. Logo após a sessão haverá um bate-papo com a equipe dos filmes, com a mediação de Felipe André Silva, curador de curtas-metragens.

SOBRE A MOSTRA DE CINEMA DE TIRADENTES

PLATAFORMA DE LANÇAMENTO DO CINEMA BRASILEIRO

Maior evento do cinema brasileiro contemporâneo em formação, reflexão, exibição e difusão realizado no país, chega a sua 25a edição de 21 a 29 de janeiro de 2022, em formato online. Apresenta, exibe e debate, em edições anuais, o que há de mais inovador e promissor na produção audiovisual brasileira, em pré-estreias mundiais e nacionais – uma trajetória rica e abrangente que ocupa lugar de destaque no centro da história do audiovisual e no circuito de festivais realizados no Brasil.

O evento exibe mais de 100 filmes brasileiros em pré-estreias nacionais e mostras temáticas, presta homenagem a personalidades do audiovisual, promove seminário, debates, a série Encontro com os filmes, oficinas, Mostrinha de Cinema e atrações artísticas. Toda a programação é gratuita. Maiores informações www.mostratiradentes.com.br.

TODA PROGRAMAÇÃO É OFERECIDA GRATUITAMENTE AO PÚBLICO.

***

Acompanhe o programa Cinema Sem Fronteiras 2022.

Participe da Campanha #EufaçoaMostra

Na Web: mostratiradentes.com.br

No Instagram: @universoproducao No Youtube: Universo Produção

No Twitter: @universoprod No Facebook: mostratiradentes / universoproducao

No LinkedIn: universo-produção

Serviço

25a MOSTRA DE CINEMA DE TIRADENTES | 21 a 29 de janeiro de 2022

LEI FEDERAL DE INCENTIVO À CULTURA

LEI ESTADUAL DE INCENTIVO À CULTURA

Patrocínio Máster:  INSTITUTO CULTURAL VALE

Patrocínio: CBMM, CEDRO MINERAÇÃO, ITAÚ, CSN, CIMENTO NACIONAL,  COPASA, CEMIG|GOVERNO DE MINAS GERAIS

Parceria Cultural: SESC EM MINAS, INSTITUTO UNIVERSO CULTURAL, CASA DA MOSTRA, , CAFÉ 3 CORAÇÕES,

Apoio: PREFEITURA DE TIRADENTES, SENAC, NOVA ERA SILICON, THE END, DOT, MISTIKA, CINECOLOR, NAYMOVIE, CANAL BRASIL, RÁDIO INCONFIDÊNCIA, REDE MINAS, REDE GLOBO MINAS, MACROTEC

Idealização e realização: UNIVERSO PRODUÇÃO

SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA E TURISMO | GOVERNO DE MINAS GERAIS

SECRETARIA ESPECIAL DE CULTURA, MINISTÉRIO DO TURISMO – GOVERNO FEDERAL| PÁTRIA AMADA BRASIL

PROGRAMAÇÃO GRATUITA