Na noite deste domingo, dia 23 de janeiro, segue intensa a programação cinematográfica da 25a Mostra Tiradentes. O público de todo Brasil e do mundo poderá conferir, pela tela de sua preferência, a exibição de dez curtas-metragens, divididos entre a Mostra Panorama | Série 1 e Mostra Cinema em Transição e ainda dois longas, da Mostra Praça e Mostra Olhos Livres, em pré-estreias mundial e nacional, respectivamente. Para quem curte a sétima arte, é a chance de curtir que há de melhor e mais inventivo da cinematografia brasileira contemporânea. Todas as atrações da 25a edição da Mostra de Cinema de Tiradentes estão disponíveis gratuitamente na plataforma oficial do evento www.mostratiradentes.com.br até o dia 29 de janeiro.

As exibições têm início às 18 horas, com a Mostra Panorama | Série 1 que ressalta através dos curtas selecionados diferentes formas de criação no cinema nacional. Com direção e roteiro de Maíra Tristão, o curta “Transviar” apresenta Carla da Victoria, mulher trans artesã que leva adiante a tradição das paneleiras de barro do Espírito Santo. A ficção “Dois bois”, do diretor Perseu Azul, se organiza como uma fábula trágica, mas é atravessado pela insurgência feminina na dureza do conservador sertão mato-grossense. O documentário “Uma escola no Marajó”, da cineasta Camila Kzan, aproxima o espectador do cotidiano de estudantes, famílias e educadores, do tempo das águas, da burocracia na precariedade e de um aprendizado possível e poético. A sessão encerra com o experimental “Curupira e a máquina do destino”, de Janaína Wagner, que incorpora uma lenda e a própria memória do cinema brasileiro para expurgar, por meio da fabulação, uma chaga civilizatória no meio da Amazônia. Os filmes ficam disponíveis até às 18 horas da segunda-feira, dia 24. Para assistir, basta acessar: https://mostratiradentes.com.br/filmes/mostra-panorama/.

A Mostra Praça exibe às 19 horas, em pré-estreia nacional, o longa “Lavra”, de Lucas Bambozzi. A produção une o desejo de documentar a devastação causada pela presença da indústria da mineração em Minas e o encontro de uma personagem com o seu lugar de origem. O filme estará disponível em: https://mostratiradentes.com.br/filme/lavra/, das 18 horas de hoje até às 18 horas do dia 24. Logo após a sessão, às 21 horas, será realizado o bate-papo ao vivo com o diretor e equipe do longa, com a mediação da curadora Lila Foster.

A partir das 20 horas, a Mostra Olhos Livres, que se caracteriza pela diversidade de formas e conceitos, apresenta, em pré-estreia mundial, o documentário “Germino pétalas no asfalto”. Dirigido pelo casal de cineastas Coraci Ruiz e Júlio Matos, o filme acompanha e testemunha mudanças de vida de Jack e de outros jovens que vivenciam a transição sexual. O longa poderá ser visto das 20 horas de hoje até às 20 horas de segunda, dia 24, no link https://mostratiradentes.com.br/filme/germino-petalas-no-asfalto/.

Finalizando as sessões deste domingo, às 22 horas, o público confere seis curtas da Mostra Cinema em Transição. A ficção “521 anos | Siia Ara”, de Adanilo, é uma videoperformance em que o corpo do artista indígena agoniza acamado no meio de uma floresta cercada por objetos que simbolizam a história da colonização no Brasil. O documentário “Voz na escuridão”, de José Hélio Neto, é uma conversa franca e afetuosa de um jovem realizador sobre questões que ficam à margem dos debates sobre cinema. Em “Qual é a grandeza”, de Marcus Curvelo, são colocados em discussão o valor, material e artístico da produção audiovisual, e a autoridade da figura do realizador. “Tenho receio de teorias que não dançam”, deGau Saraiva evoca a fragilidade e a potência da existência travesti. Já “Centelha”, de Renato Vallone, aborda o contexto pandêmico através do delírio de um homem que ritualiza e somatiza no corpo as dores da fome, do desespero, da história de um país abandonado à própria sorte. E “Mutirão: o filme”, de Lincoln Péricles, dá continuidade a seu projeto de cinema nas áreas do Capão Redondo. Os curtas ficam com o sinal aberto por 24 horas e podem ser vistos, até às 22 horas do dia 24, pelo link  https://mostratiradentes.com.br/filmes/mostra-cinema-em-transicao/.

SOBRE A MOSTRA DE CINEMA DE TIRADENTES

PLATAFORMA DE LANÇAMENTO DO CINEMA BRASILEIRO

Maior evento do cinema brasileiro contemporâneo em formação, reflexão, exibição e difusão realizado no país, chega a sua 25a edição de 21 a 29 de janeiro de 2022, em formato online. Apresenta, exibe e debate, em edições anuais, o que há de mais inovador e promissor na produção audiovisual brasileira, em pré-estreias mundiais e nacionais – uma trajetória rica e abrangente que ocupa lugar de destaque no centro da história do audiovisual e no circuito de festivais realizados no Brasil.

O evento exibe mais de 100 filmes brasileiros em pré-estreias nacionais e mostras temáticas, presta homenagem a personalidades do audiovisual, promove seminário, debates, a série Encontro com os filmes, oficinas, Mostrinha de Cinema e atrações artísticas. Toda a programação é gratuita. Maiores informações www.mostratiradentes.com.br

TODA PROGRAMAÇÃO É OFERECIDA GRATUITAMENTE AO PÚBLICO.

link para fotos – https://www.flickr.com/photos/universoproducao/

***

Acompanhe o programa Cinema Sem Fronteiras 2022.

Participe da Campanha #EufaçoaMostra

Na Web: mostratiradentes.com.br

No Instagram: @universoproducao No Youtube: Universo Produção

No Twitter: @universoprod No Facebook: mostratiradentes / universoproducao

No LinkedIn: universo-produção

Serviço

25a MOSTRA DE CINEMA DE TIRADENTES | 21 a 29 de janeiro de 2022

LEI FEDERAL DE INCENTIVO À CULTURA

LEI ESTADUAL DE INCENTIVO À CULTURA

Patrocínio Máster:  INSTITUTO CULTURAL VALE

Patrocínio: CBMM, CEDRO MINERAÇÃO, ITAÚ, CSN, CIMENTO NACIONAL,  COPASA, CEMIG|GOVERNO DE MINAS GERAIS

Parceria Cultural: SESC EM MINAS, INSTITUTO UNIVERSO CULTURAL, CASA DA MOSTRA, , CAFÉ 3 CORAÇÕES,

Apoio: PREFEITURA DE TIRADENTES, SENAC, NOVA ERA SILICON, THE END, DOT, MISTIKA, CINECOLOR, NAYMOVIE, CANAL BRASIL, RÁDIO INCONFIDÊNCIA, REDE MINAS, REDE GLOBO MINAS, MACROTEC

Idealização e realização: UNIVERSO PRODUÇÃO

SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA E TURISMO | GOVERNO DE MINAS GERAIS

SECRETARIA ESPECIAL DE CULTURA, MINISTÉRIO DO TURISMO – GOVERNO FEDERAL| PÁTRIA AMADA BRASIL

PROGRAMAÇÃO GRATUITA