RECORTE CINEMATOGRÁFICO DESTE DOMINGO APRESENTA FILMES PARA TODOS OS PÚBLICOS

Prepare a pipoca e sua tela de preferência. A programação cinematográfica da 24ª Mostra de Cinema de Tiradentes, deste domingo, 24 de janeiro, traz produções para todos os públicos e gostos. São filmes que vão da fantasia ao horror, de fatos históricos à poesia, da música à experimentação e muito mais. Todos disponíveis gratuitamente no site  www.mostratiradentes.com.br. Confira os destaques especialmente apontados pela equipe curatorial de longas e curtas-metragens da Mostra.

Longas-metragens

A novidade desta edição da Mostra Tiradentes é a “Sessão da meia-noite”, que visa dar mais visibilidade ao cinema de horror. Os fãs do gênero poderão conferir dois filmes quer ganharam notoriedade em eventos voltados para produções do gênero.

A ficção “Skull: a máscara de Annhangá”, segundo longa dos diretores Armando Fonseca e Kapel Furman, conta a história de um objeto místico pré-colombiano da floresta, a máscara de Anhangá, que porta uma entidade que começa a cometer assassinatos na São Paulo contemporânea. E em O Cemitério das Almas Perdidas”, sexto longa-metragem do diretor Rodrigo Aragão, um jesuíta, por influência do obscuro livro de São Cipriano, empreende com seus discípulos a violência e maldade no Brasil colonial. Amaldiçoados em um cemitério onde ficam presos, voltam séculos depois para espalhar o terror no mundo.

Na Mostra Aurora, o destaque é a pré-estreia mundial do longa experimental “Oráculo”, de Melissa Dullius e Gustavo Jahn. O filme poderá ser assistido a partir das 20 horas e ficará disponível por 48 horas. “Oráculo” situa-se entre experimento, método e dispositivo, e convida à contemplação. Particular em sua forma e ritmo, é universal nas lembranças que faz ecoar, comuns a todas as pessoas: família; começos, fins e recomeços; dores e traumas, e desejo intenso de vida e de sentido. Um homem que está preso num ciclo de vida e morte, um segundo que revisita um lugar onde uma transformação irreversível aconteceu, e uma jovem que está iniciando sua vida de artista.

Já na Mostra Homenagem, dedicada à filmografia de Paula Gaitán, a dica é conferir o documentário “Diário de Sintra”. O filme é um relato poético do exílio de Glauber Rocha nesta cidade, em que as fotografias servem de guia mnemônico para a busca de vestígios da passagem do cineasta por Sintra. O longa-metragem se constrói na fronteira de uma memória fragmentada, involuntária, inconclusa e precária.

A Mostra Olhos Livres conta com a ficção “Rodson ou (Onde o sol não tem dó)”, dirigido por Cleyton Xavier, Clara Chroma e Orlok Sombra. O filme se passa nos anos pré-3000. Arte é crime. Refletir é proibido. Ler não existe mais. Somente produções e consumos em massa são permitidos. RODSON®. Um garoto com seu animalesco instinto artístico reprimido pela sociedade ao seu redor, só mais um de muitos. O governo anarcocrenty comete o engano de achar que a besta estivera sob controle, mas sua mente concebe CALEB®, o alterego de RODSON®, que o lança estrada afora, abandonando ares-condicionados em busca da alucinação perfeita sob o sol sem dó de 2000°C que a última camada de exosfera proporciona à vigente sociedade.

E na Mostra Praça, o público poderá conferiro documentário “Todas as melodias”, do diretor Marco Abujamra. O longa faz um percurso sensível pela vida e obra de um dos maiores artistas da música nacional, Luiz Melodia. Com registros desde os anos 70, o filme apresenta sua trajetória da juventude no morro do Estácio até a consagração como poeta.

Curtas-metragens

Neste domingo, estão em destaque produções de diversos gêneros e estilos, que poderão ser vistas na Mostrinha e na mostras Foco Minas e Panorama.

Na seleção da Mostrinha estão cinco curtas com histórias divertidas, lúdicas e educativas: as ficções “O menino e o ovo”, de Juliana Capilé e “Foguete” de Pedro Henrique Chaves; além das animações “Napo”, dirigido por Gustavo Ribeiro; “Mitos indígenas em travessia”,de Julia Vellutini e Wesley Rodrigues e “Vento viajante”, desenvolvida por alunos do ensino médio de escolas públicas da cidade cearense de Icapuí, sob orientação da professora  Analúcia Godoi.

Filmes de diferentes regiões do país integram a seleção da Mostra Panorama. Neste domingo, o convite é para conferir dois curtas do Rio Grande do Sul, “Construção”, de Leonardo da Rosa e “Opy’i régua”, de Júlia Gimenes e Sérgio Guidox; uma produção do Amazonas, “Seiva Bruta”, dirigido por Gustavo Milan e a ficção de São Paulo, “Mangue-branco”, da diretora Flávia K. Ventura.

E na Mostra Foco Minas, os fãs da sétima arte poderão assistir aos filmes “Mineiros”, de Amanda Dias; “Vigília”, de Rafael dos Santos Rocha; “Crua”, de Clara Vilas Boas e Emanuele Sales e “Lençol branco”, de Rebecca Moreno.

Todos as exibições são gratuitas e estão disponíveis até o dia 30 de janeiro, no site   www.mostratiradentes.com.br.

SOBRE A 24aMOSTRA DE CINEMA DE TIRADENTES

PLATAFORMA DE LANÇAMENTO DO CINEMA BRASILEIRO

Maior evento dedicado ao cinema brasileiro contemporâneo em formação, reflexão, exibição e difusão realizado no país. Apresenta, exibe e debate, em edições anuais, o que há de mais inovador e promissor na produção audiovisual brasileira, em pré-estreias mundiais e nacionais – uma trajetória rica e abrangente que ocupa lugar de destaque no centro da história do audiovisual e no circuito de festivais realizados no Brasil.

Trata-se de um programa audiovisual que reúne as manifestações da arte numa programação cultural abrangente, oferecida gratuitamente ao público, que prevê a exibição de mais de 100 filmes brasileiros, promove homenagem, oficinas, debates, mostrinha de cinema, exposições, shows musicais, performance audiovisual, encontros e diálogos audiovisuais e atrações artísticas.

TODA PROGRAMAÇÃO É OFERECIDA GRATUITAMENTE AO PÚBLICO.

link para fotos

https://www.flickr.com/photos/universoproducao/

***

ATENÇÃO:

Como o formato do evento é digital, convidamos você a seguir a Universo Produção/Mostra Tiradentes nas redes sociais para ficar por dentro de tudo o que vai acontecer nos bastidores, acompanhar a evolução e notícias do evento e também receber conteúdos exclusivos sobre a 24ª edição da Mostra Tiradentes. Canais e endereços:

Na Web: www.mostratiradentes.com.br

No Instagram: @universoproducao

No Youtube: Universo Produção

No Twitter: @universoprod

No Facebook: mostratiradentes / universoproducao

No LinkedIn: universo-produção

Acompanhe o programa Cinema Sem Fronteiras 2021.

Participe da Campanha #EufaçoaMostra

Serviço

24a MOSTRA DE CINEMA DE TIRADENTES | 22 a 30 de janeiro de 2021

LEI FEDERAL DE INCENTIVO À CULTURA

LEI ESTADUAL DE INCENTIVO À CULTURA

Patrocínio: CBMM, ITAÚ, CSN, CEDRO MINERAÇÃO, CIMENTO NACIONAL, COPASA|GOVERNO DE MINAS GERAIS

Parceria Cultural: SESC EM MINAS

Apoio: CAFÉ TRÊS CORAÇÕES, INSTITUTO UNIVERSO CULTURAL, DOT, MISTIKA, CTAV, CIARIO/NAYMAR, CINECOLOR, THE END, BUCARESTE ATELIÊ DE CINEMA, CANAL BRASIL, REDE MINAS, RÁDIO INCONFIDÊNCIA

Idealização e realização: UNIVERSO PRODUÇÃO

SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA E TURISMO | GOVERNO DE MINAS GERAIS

SECRETARIA ESPECIAL DE CULTURA, MINISTÉRIO DO TURISMO – GOVERNO FEDERAL| PÁTRIA AMADA BRASIL